Dr. Benedetti   – Saúde da mulher, ginecologista e obstetra.

A ginecologia é a prática da medicina que lida diretamente com a saúde do aparelho reprodutor feminino (vagina, útero e ovários) e mamas.

A palavra ginecologia significa ciência ou conhecimento da mulher e é uma especialidade da medicina que estuda tudo que se relaciona à saúde e às circunstâncias médicas próprias da mulher (gravidez, problemas hormonais, câncer de mama, técnicas de reprodução, atendimento à gestante, exames periódicos, incontinência, atenção ao parto, etc.).

As mulheres devem ir às consultas ginecológicas de forma periódica.

A consulta da mulher inclui uma fase em que o médico irá fazer perguntas sobre seu histórico de saúde, estilo de vida e práticas sexuais. Após um exame físico geral que inclui pesagem, medição da altura e verificação da pressão arterial, será realizada a avaliação das mamas: o médico irá apalpar os seios para detectar nódulos ou outras alterações. Seguirá com uma avaliação do abdome, vulva e vagina seguida do exame de Papanicolau.

O exame de Papanicolau ou preventivo, igualmente conhecido pelo nome de citologia vaginal, é o exame ginecológico mais habitual. O ginecologista extrai amostras das células do colo uterino, o que lhe permite conhecer o estado hormonal, identificar alterações inflamatórias e orientar sobre um possível diagnóstico do câncer do colo do útero. Trata-se de um exame simples, econômico e eficaz que deve ser realizado por todas as mulheres a partir dos 25 anos, ou desde que tenham iniciado sua vida sexual, até aproximadamente aos seus 65 anos de idade.

Obstetrícia

A obstetrícia é o ramo da medicina que estuda a reprodução na mulher. Acompanha a gestação, o parto e o puerpério (pós-parto) nos seus aspectos fisiológicos e patológicos. O obstetra é o médico especialista que cuida do desenvolvimento do feto, além de prestar assistência à mulher nos períodos da gravidez e pós-parto.

O pré-natal consiste no acompanhamento da gestante durante a gravidez pelo seu médico. Este seguimento deve começar tão logo a mulher descubra que está grávida (ou no momento que decide que quer engravidar) e seguir com no mínimo seis consultas durante os nove meses de gestação. Nessas consultas, além de serem examinadas clinicamente e fazerem exames laboratoriais, as mulheres devem receber informações sobre as mudanças físicas e psicológicas que ocorrem durante a gravidez, os medicamentos que deve evitar ou que deve tomar neste período, quais os hábitos saudáveis que deve adotar e receber informações sobre sinais e sintomas que podem ocorrer e sobre riscos próprios de cada etapa da gravidez.

A gestante deve portar um Cartão da Gestante onde serão anotadas as intercorrência.